segunda-feira, 15 de outubro de 2007

"Este é um apelo de vida ou de morte." ALERTA!


Existe um senhor Chamado Ricardo Garcia que vive em Benfica e que tem sido Fat de, primeiro, uma cadela à qual lhe deu sumiço e que dizia que a cadela estava em fase quase coma, não a levava ao vet e por outro lado não se disponibilizava para a pessoa responsável por ela a poder ir buscar. Até que, quando isso aconteceu com intervenção da polícia, que lhe fez uma rusga à casa, disse que lhe tinha aberto a porta e a tinha deixado ir. Pergunta-se como, se a cadela segundo informações já não andava.
Neste momento telefonaram-me a dizer que a cadela que eles lá têm em regime de fat, passa a noite toda numa verdadeira tortura e sofrimento, gane de dôr durante horas. Os vizinhos, uns advogados, durante esta noite estiveram à porta aos pontapés para eles abrirem e não o fizeram. Esta cadela vai morrer de pancada.
(...)
ACTUALIZAÇÃO:

O verdadeiro nome do pseudo senhor em causa é RICARDO GARCIA e mora em Benfica na rua João Frederico Ludovice, nº -- (nº de porta removido), mas este ser que se diz humano muda muitas vezes de casa e só adopta e recebe como fat, cadelas, a penúltima e a antepenúltima desapareceram sem qualquer explicação, salvou-se esta.
A "maratona" para salvar esta cadela durou ontem desde as 19 horas até às 23 h e pouco.
Não iremos contar pormenores, seria exaustivo, mas foi uma luta díficil que contou com a grande e brilhante colaboração da polícia de Benfica, 3 elementos da PRAVI, Teresa Malheiro, Sandra Neves e Andreia Bailot, 1 sócia da "União Zoófila", Graciete Godinho a Presidente da Ass. "Focinhos e Bigodes", Ana Francisco e de um elemento da "Plataforma", Margarida Neto, bem como do grupo de apoio que se criou entre os vizinhos queixosos.
A cadela é uma raçada de pastor alemão, tem 3/4 meses, é linda, não foi violada mas foi muito mal tratada.Apresenta sinais de subnutição, fraqueza nas patas trazeiras e comportamento de animal em estado de terror, tremura permanente e urinar constante. Do que nos apercebemos, ele tem uma despensa onde supostamente ficaria fechada o tempo todo sem luz sobre as suas próprias necessidades avaliando pelo cheiro nausiabundo que deitava, à noite para passar o tempo supostamente batia na cadela.
Na escada em momento algum se aproximou da porta do apartamento procurando abrigo junto dos apoiantes. Esta cadela está à guarda de uma zoófila consciente, será hoje devidamente observada por um veterinário e será alimentada com uma excelente ração mais vitaminas para recuperar o mais rapidamentepossível porque carinho não lhe falta.
Quero agradecer a todos, sem excepção, que se manifestaram oferecendo apoio de vária ordem no sentido de poder ajudar.

Esta Menina precisa de um dono 5 estrelas que a jude a esquecer a casa dos horrores.
Ajudem
Muito obrigada"

Teresa Malheiro