domingo, 21 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Bianca - Adoptada!


A Bianca, é mais uma "cadelinha" que se cruzou no caminho da Sílvia Alexandra... Está abandonada em terras de "Canelas"- Vila Nova de Gaia, extremamente magra e em busca de carinho, é ainda muito "novinha", tem menos de um ano de idade e é cruzada de "Boxer".

A Sílvia já alimenta na rua 15 animais sem lar, não tem possibilidades de alimentar mais nenhum...




Precisa de apoio, ainda por cima está grávida e vive angustiada... Neste momento procura uma casinha quentinha para a Bianca, alguém sabe de alguma?

Contactos:
Silvia Alexandra - cunhasilvia@hotmail.com
Tlm 916386464

* A Bianca vai ser esterilizada na próxima 2ª feira, a Sílvia procura uma FAT que a possa acolher durante o processo de recuperação, alguém capaz de lhes oferecer essa "prendinha"?!

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Universidade dos Bichos


"Apresentação de Projecto - Universidade dos Bichos(Coimbra)

Depois de algumas experiências extremamente gratificantes na área do apoio aos animais surgiu a ideia de começar um projecto denominado "Universidade dos Bichos". Estudantes de Veterinária que somos, e após breve discussão nenhum outro nome faria sentido.

Perguntará então: Em que consiste este projecto?

Pois muito bem, frustrados com os nossos T1s, casas alugadas e partilhadas com outros colegas e com uma falta de tempo brutal que não nos permitiria dar a um cão, gato ou outro animal a merecida atenção, quisémos ajudar de outra maneira.

Inicialmente temos como objectivo a construção de um site e de uma base de dados onde constem possíveis FATs e voluntários para ajuda a outro tipo de associações que os necessitem. Iremos publicitar este projecto junto de jovens (estudantes, universitáriosm, e outras pessoas possivelmente interessadas na causa animal) que tenham como interesse o bem estar animal e os direitos dos mesmos e proceder à realização de angariações de fundos de tempos a tempos para as associações que a nós se queiram associar.

Procuramos jovens empreendedores que tenham gosto e respeito pelos animais e que nos queiram ajudar a publicitar este projecto e a melhor informar a população em geral acerca dos direitos e necessidades dos animais de estimação.

Entraremos em contacto com várias associações que se queiram associar à nossa "Universidade" e que só sairão beneficiadas se decidirem juntar-se a nós.

Se conhece algum animal em sofrimento, abandonado e para adopção, não hesite em contactar-nos para o nosso e-mail: universidadedosbichos@hotmail.com

Deixamo-vos também uma versão algo inacabada (ainda à espera do toque e aprovação final da sua autora) do nosso logotipo. Alguém se arrisca a baptizar o nosso gatinho?

Contamos com a vossa colaboração!

Até breve!

(Aproveitamos para deixar os maiores agradecimentos à Catarina Neto, que desenhou o lindo gatinho que aqui vos mostramos)"

...Meras questões...

"Discutiu-se o orçamento para 2009: por onde é que passaram os grandes debates? Por saber se a taxa de crescimento económico era mais ou menos umas décimas; ou pela discussão do défice. Tudo metas que são louváveis. Mas não ouvi ninguém discutir qual era a redução da incidência da pobreza. E não é só este Governo... Encontrou algum objectivo que dissesse "vamos reduzir a pobreza para metade"?"


Manuela Silva, presidente da Comissão Nacional Justiça e Paz (CNJP), organismo da Igreja Católica para intervir nas questões sociais.

Foto: (c) Ana Mokarzel


segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Mais crise, menos crise!...

"A verdade é que, tirando aqueles seis meses da década de 90 em que chegaram uns milhões valentes vindos da União Europeia, eu não me lembro de Portugal não estar em crise. Por isso, acredito que a crise do ano que vem seja violenta. Mas creio que, se uma crise quiser mesmo impressionar os portugueses, vai ter de trabalhar a sério. Um crescimento zero, para nós, é amendoins.
Pequenas recessões comem os portugueses ao pequeno-almoço. 2009 só assusta esses maricas da Europa que têm andado a crescer acima dos 7 por cento. Quem nunca foi além dos 2%, não está preocupado."

Ricardo Araújo Pereira in Visão

quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Manifesto do desagrado

Porque alguém me confidenciou em desabafo e não podia concordar mais, falando do meu país...


Foto: (c) Nuno Brandão

(...)é mesmo um "paízinho" pequeno, de mentalidades ironicamente provincianas, mas snobs, que se preocupam mais com a aparência do que com as verdadeiras questões de fundo de humanidade, civismo e respeito para com o próximo (
e não me refiro a isto apenas no que diz respeito aos animais) e, para quem, o clássico "chico-espertismo" tuga é pedra de toque nas motivações de muitos de nós, preocupados apenas que estamos em como roubar o estado....

...o lugar de estacionamento que o vizinho também está a cobiçar ou os trocos a mais do supermercado que a senhora, por engano, nos deu.

Não existe qualquer sentido de camaradagem, de cumplicidade ou de dever cívico, essencial num estado que se quer de direito, democrático e funcional. Tudo trabalha à base de arranjinhos, favores e cunhas, atropelando quaisquer princípios de carácter que se possam querer cultivar no meio desta selva.

São "pessoinhas" que vivem as suas vidas vazias e egocêntricas, mais preocupadas com o próprio umbigo do que com tudo o que as rodeia, e que são capazes de se atropelar umas às outras para chegarem 5 minutos mais cedo ao seu destino mas não conseguem oferecer nada de novo nem de genuíno em qualquer contexto em que se encontram, limitando-se, numa das mais básicas demonstrações de "grunhice" -

- cada vez mais comum - a debitar chavões sobre o futebol, o tempo ou, ainda pior, sobre como este governo não presta nem para varrer as ruas quando eles são os primeiros ineptos a não fazer a ponta dum ***** para o avanço da Nação."

Uma EXCELENTE ideia!

BANCO ALIMENTAR ANIMAL

Esperamos que todos sejam da espécie que ajuda todos os animais de Portugal Continental e Ilhas.
Estamos à espera do vosso contacto para que possamos pôr a nossa lista em andamento. Este projecto tem como objectivo: angariar comida/abrigos/mantas/brinquedos/medicamentos/etc., para Associações de Animais por Portugal inteiro.


Precisamos de voluntários que se disponibilizem a angariar comida, da forma que entenderem, para que as Associações possam ir buscar.
A ideia era cada um fazer na sua área de residência, para que as associações consultassem aqui a lista de voluntários, para saberem onde se dirigirem.

Podem ser Voluntários BAA Recolectores e enviar para Voluntários BAA Armazenistas ou as duas coisas. Basta checar a lista no nosso bloque não pára de crescer.

Esperamos por ti. Contamos com a tua ajuda.
Se queres ser Voluntário BAA e angariar comida manda mail para bancoalimentaranimal@gmail.com com o teu Nome, Mail e Cidade.

Os melhores cumprimentos e boas festas,
A Equipa banco Alimentar Animal
www.bancoalimentar-animal.blogspot.com

quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Zoos: Portugal acusado na CE por «condições inadequadas

Foto: (c) Carlos Alberto


"P
ortugal foi formalmente acusado na Comissão Europeia, pelo Eurogrupo para os Animais, de manter nos parques zoológicos animais em «condições inadequadas», situação que pode conduzir a uma queixa no Tribunal Europeu de Justiça.

Em comunicado, o Eurogrupo - que representa organizações de protecção animal de quase todos os Estados-Membros europeus - lembra que «Portugal estava obrigado a inspeccionar e a licenciar todos os zoos até, o mais tardar, Abril de 2005», segundo uma directiva da União Europeia (1999/22/EC).

«Quase quatro anos depois, 20 por cento dos zoos portugueses ainda estão por licenciar, operando assim ilegalmente. Alguns dos zoos foram licenciados sem respeitar os requisitos legais», lê-se no comunicado.

Segundo as autoridades portuguesas, citadas no comunicado do Eurogrupo, há 26 parques zoológicos em Portugal, dos quais 20 estão licenciados.

O Eurogrupo recorda que, em 2002, financiou um projecto de dois anos para «ajudar as autoridades portuguesas no processo de categorização dos zoos e no treino dos responsáveis pelas vistorias oficiais».

«A actividade das autoridades é decepcionante», considera a organização europeia.

A directora do Eurogrupo, Sonja Van Tichelen, recorda que «a existência de zoos é questionada por muitas pessoas».

«Se não trazem qualquer benefício para a educação ou para a conservação, e se conduzem ao sofrimento dos animais, não têm lugar numa sociedade moderna», disse.

O Eurogrupo garante que, «se Portugal fracassar em solucionar correctamente estes problemas, poderá ser levado ao Tribunal Europeu de Justiça».

Esta organização está igualmente «a investigar de perto» a situação noutros Estados-Membros da União Europeia, tendo já apresentado uma queixa à Comissão «em relação ao fracasso de Espanha na inspecção e licenciamento dos seus zoos».

Em consequência, «foi iniciado um procedimento de contencioso que chegou à sua última etapa em Setembro deste ano, quando Espanha foi alvo de um parecer fundamentado»."

Diário Digital

"Organização europeia afirma ter visto animais a automutilar-se e a serem agressivos para outros"

DN Online

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Aguardam por um Inverno mais quentinho...


" já 2 meses que vejo estes 3 amigos a vaguear pela minha zona de residência - São Marcos/Sintra (perto do Pingo Doce e Alameda, mas circulam por toda a localidade), julgo tratarem-se de 2 fêmeas ( 2 totalmente brancos e peludos, lindíssimos - possivelmente irmãos visto serem iguais e um terceiro (macho), castanho de pêlo curto, porte médio/grande, são ainda jovens...). Pois só param para descansar e por muito pouco tempo num mesmo lugar. Dois deles não se aproximam das pessoas, apesar de extremamente dóceis, tentam alimentar-se nos contentores do lixo. A magreza de um deles é notória, já se lhe são vistas as costelas...



É preciso recolher estes animais urgentemente, o ideal seria numa associação para serem socializados e perderem o medo às pessoas só depois colocados para adopção (neste momento julgo serem de difícil adopção, até porque à primeira oportunidade fugiriam) , preocupam-me porque se trata de uma localidade bastante perigosa, rodeada por muitas estradas movimentadas, nomeadamente a via rápida - IC19.


Para além disso tratam-se de 2 cadelas que mais cedo ou tarde engravidarão, já para não falar da magreza progressiva dos pobres coitados...Só os consigo alimentar quando os vejo e os sigo para tal efeito.

Pede-se apoio urgente de uma Associação que os possa recolher...para depois então se procurar futuros adoptantes."

Contacto: cf_rodrigues@yahoo.com

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

União Zoófila em angariação de alimentos...

"No dia 8 de Dezembro vai haver uma campanha da UZ junto ao Pão de Açúcar no centro comercial das Amoreiras para realizar a recolha de alimentos para cães e gatos.

Mantas, cobertores, tapetes... enfim tudo o que se lembrem que pode aquecer os meninos nestas noites bem frias é muito urgente."


Porque o lugar dos animais não é no circo mas no seu habitat natural

"Porque os animais não existem para serem violentamente treinados e subjugados à vontade dos domadores e treinadores;

Porque já existem várias companhias de circo em Portugal livres de crueldade;

Este Sábado, participa na manifestação contra o uso de animais no circo.
Dia 6 de Dezembro, às 14 horas, em frente ao Circo Chen, na Gare do Oriente, Lisboa.


Vem divertir-te contra a crueldade."


Acção Animal
geral@accaoanimal.com
www.accaoanimal.com
Pelo direito à vida Animal
In Defence of Animal Rights

quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

"Ajude-nos a alimentar um animal de rua neste Natal!"


Recolha de donativos para os animais protegidos pelo Animais de Rua

Olá a todos!

A Associação Animais de Rua alimenta inúmeras colónias e matilhas de gatos e cães de rua. Muitos destes animais são protegidos por pessoas com muito poucos recursos económicos, que podem apenas fornecer-lhes restos de comida, e muitas vezes em quantidade insuficiente.

É muito difícil para a Associação conseguir fornecer comida suficiente a tantos animais.

A vida dos cães e gatos que vivem na rua é sempre difícil, mas no Inverno ainda mais... Nos meses de frio é muito importante que sejam bem alimentados. Ajude-nos a dar a todos os nossos protegidos pelo menos o conforto de uma barriga cheia neste Natal!

Se puder ajudar, nem que seja apenas com um saco de ração, por favor contacte-nos:donativos@animaisderua.org

Relembramos que preferimos que nos seja oferecida ração pelo menos de qualidade média, mesmo que seja em menor quantidade (alguns exemplos: Friskies, Pedigree, Husse, Continente Premium, Purina, etc).

Temos vários pontos de recolha: Porto, Lisboa, Guimarães, Valongo, Gondomar, Leça da Palmeira, Maia e Vila Nova de Gaia.

Obrigada a todos e Feliz Natal!

Animais de Rua — Projecto de Esterilização e Protecção de Animais Sem Lar
http://www.animaisderua.org/
geral@animaisderua.org
--

Distâncias partidárias

"Quando Cavaco abandonou o governo, em 1995, estava farto do PSD. Quando Guterres deixou o governo em 2001 queixou-se "do pântano", e estava também a falar do seu partido. Treze anos depois, Cavaco continua farto do PSD e Guterres distante de um regresso à vidinha no PS. Periodicamente, há gente que se afasta e deixa no ar suspeitas sobre "o pântano" ou sobre "a política". Em qualquer dos casos queixam-se do "centrão", uma espécie de "organização secreta" que deixa a sua marca em todos os grandes negócios do regime e que dilui todas as diferenças entre os dois maiores partidos do sistema. Só assim se explica que Dias Loureiro tenha elogiado Sócrates na apresentação de uma biografia do primeiro-ministro e que as presidências dos bancos sejam ocupadas com um emblema ou outro."

Crónicas de Francisco José Vieira

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

"Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães"

"Todas as crianças e adultos devem assistir a esta excelente, divertida e educativa peça de teatro sobre a relação entre os animais e os humanos e sobre a liberdade

“Neste Outono/Inverno, todos os pais, assim como todas as escolas e empresas, deveriam organizar idas familiares ou escolares à peça «Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães», que divertirá, estimulará e educará importantemente crianças (e adultos) – em vez de organizarem visitas a deseducativos, degradantes e cruéis espectáculos de circo com animais”


-- Miguel Moutinho, Presidente da ANIMAL

Estreada no passado sábado, 15 de Novembro, apresentada pela Companhia Teatral do Chiado, está em cena até ao final do mês de Dezembro, no Auditório do Colégio de São João de Brito (Lumiar), a peça “Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães”, de Manuel António Pina (autor de inúmeros artigos, na sua coluna “Por Outras Palavras”, no “Jornal de Notícias”, em que corajosamente toma frequentemente posição a favor dos direitos dos animais).

Com um texto perfeito – cuja qualidade, quer quanto à forma, quer quanto ao conteúdo, não espantam, considerando quem é o seu autor –, esta peça apresenta-nos questões diversas, ironizando, e deixando, sem doutrinar, uma mensagem (que se subdivide em muitas mensagens importantes) fundamental acerca de um bem tão fundamental e precioso como é a liberdade, ao mesmo tempo que desafia a presunção – que os humanos sempre mantêm – de que a falta de liberdade pode ser compensada pelo exercício de uma subjugação amenizada ou de uma escravatura dulcificada pela proporção de confortos. Uma das questões levantadas de forma descontraída e divertida mas inteligente e certeira prende-se exactamente com a aceitação de que é legítimo manter em cativeiro e sob domínio alguém (nomeadamente animais) desde que, embora sem serem livres, sejam relativamente “bem tratados”.

Não há como não concluir que “Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães” é, quer de um ponto de vista de crítica social e educacional, quer de um ponto de vista dos direitos dos animais, uma peça perfeita de educação e de apelo à reflexão, desde logo porque é tão acessível e interessante para crianças de tenra idade, quanto é alegre, cativante e estimulante para adultos de todas as idades.
Excelentemente encenada por Manuel Mendes, e brilhantemente interpretada pela actriz vegana e defensora dos direitos dos animais Maria Dias (Natalie, na telenovela Rebelde Way, da SIC), e por Helena Veloso, Diogo Andrade e Gonçalo Ruivo, “Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães” é, como a descreve a Companhia Teatral do Chiado, “uma peça em que [...] tudo acontece como se passássemos a ver o nosso mundo pelos olhos dos animais, [...] como se os animais tivessem a vida dos humanos – e os humanos fossem os seus bichos de estimação. Estes animais são, portanto, muito parecidos com certas pessoas: o Juiz Elefante e o Papagaio Advogado fazem lembrar outros juízes e outros advogados (e fazer lembrar não quer dizer que sejam iguais...). O que é roubar, o que é prender, o que é julgar? Quando a vida de gente é pior do que "vida de cão", deve-se fugir ou obedecer? É bom ser livre ou é melhor estar preso e não ter que pensar em nada? Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães inicia as crianças nestas perguntas, simples mas infinitas, onde o sentido das coisas deixa de ser tão evidente como certas banalidades, muito repetidas, nos fazem acreditar. Jogando com as palavras, virando do avesso o mundo como o conhecemos, M. A. Pina abre às crianças (e reabre aos adultos!) o prazer de perguntar. E é rindo que o faz, fazendo-nos rir "de nós mesmos e dos outros".

"
Para mais informações sobre a peça “Perguntem aos Vossos Gatos e aos Vossos Cães” e/ou para comprar bilhetes (ou organizar idas à peça através da sua escola ou empresa), por favor visite o site da Companhia Teatral do Chiado, em http://www.companhiateatraldochiado.pt/info_peca.php?n_peca=50.

Sempre que possível, por favor refira na bilheteira ou directamente à Companhia Teatral do Chiado que soube da peça através da recomendação da ANIMAL."

Animal

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

"Tudo ainda não aconteceu"

Foto: (c) Humberto Ramos


"Timor é um acto falhado. Basicamente, é o que nos diz este texto, que achei interessantíssimo, e que o jornal Publico mostra hoje.Este é um texto urgente, uma lição para todos.

Com a distância que a passagem do tempo permite, aí está uma dura análise da realidade de um país com que sonhámos, em tempos, e durante tanto tempo. Hoje, a ideia com que fico é que Timor implodiu. Militares e políticos falharam redondamente, sucumbindo a interesses mais ou menos confessáveis, mais ou menos suspeitos, mais ou menos ingénuos, tentações várias, a começar pela tentação da cobardia, da acomodação, da incúria. Fica o embaraço, a pergunta perante aquilo que Timor é, e sobretudo aquilo que Timor nunca será afinal: como foi possível. E o que falhou.

Falhou tudo, parece.

Quando me lembro da recepção a Xanana em Lisboa, as ruas cheias, um Portugal comovido, sempre à beira das lágrimas. Quando me lembro de anos de esperanças, pequenas vitórias, grandes indignações, massacres, Lusitânia Expresso, Nações Unidas, Nobel da Paz e agora isto....

Um país não pode ser só marketing politico e diplomático. Não se inventa uma identidade nacional. Um Mandela timorense afinal nunca apareceu. Timor parece um mar estagnado de equívocos, omissões graves de vária ordem, engodos agora revelados. Uma grande e dolorosa mentira. Uma injustiça perene. Uma lástima."

Pedro Ribeiro


quarta-feira, 26 de novembro de 2008

SOS - Uma questão de humanismo!!!



"AMIGOS POR FAVOR AJUDEM O BALTAZAR, É MESMO MUITO URGENTE TIRA-LO DA RUA PARA O TRATAR...

"Explicar como os meninos chegam a este ponto não é mesmo possível. O Refúgio chega assim a uma altura em que não consegue dar conta de tantos e tantos casos.




O Baltazar está abandonado numa zona de monte nos arredores do Porto e a única coisa que podemos fazer por ele é uma tentativa de abrigo que não irá durar muito tempo com a chegada do Inverno.


Este menino precisa urgentemente de uma FAT onde possa recuperar da magreza e de todas as mazelas associadas, já está com as patinhas atrofiadas (não sabemos de quê).



Por favor quem nos puder ajudar a conseguir uma FAT agradecemos imenso. As fotos falam por si.

Ajudem-nos a divulgá-lo."

CONTACTOS PARA MAIS INFORMAÇÕES:

TLM: 915408298 OU 939454292
E-MAIL: laumaia@gmail.com

"Não fiques indiferente...adoptA.Os."

Joana Rocha
T.M: 966224204"

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Proteste contra a construção de Biotério na Azambuja

Foto: (c) António Araújo


"
A Acção Animal inicia hoje uma campanha contra o novo Biotério Central da Azambuja, que terá uma capacidade de 20 000 a 25 000 animais que serão vendidos a universidades, institutos de investigação e empresas farmacêuticas. Custará 36 milhões de euros, dos quais 27 milhões são provenientes dos impostos pagos por todos. Este dinheiro deve ser investido na investigação e implementação de novas alternativas e não no atraso da ciência.


Tendo em conta a ausência de ética e ineficácia existente na experimentação em animais, por favor não deixe de mostrar a sua indignação contra a construção do biotério, transmitindo a mensagem sugerida abaixo, por e-mail para geral@cm-azambuja.pt com cópia para geral@accaoanimal.com, por fax 263 401 271 ou por telefene 263 400 400.


Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal da Azambuja,
Dr. Joaquim António Ramos

Tive conhecimento, através da comunicação social, das intenções de V. Exa. em ceder terrenos da autarquia para a construção de um biotério projectado pela Fundação Champalimaud, Fundação Calouste Gulbenkian e Universidade de Lisboa. - Por saber que 92% das drogas consideradas seguras em cobaias não o são em humanos, não havendo qualquer informação sobre drogas eventualmente seguras em humanos que falharam os testes em animais (FDA, 2004); - Por ter conhecimento que Bruxelas propôs um conjunto de alterações para rever a directiva 86/609/EEC. Segundo o Eurogroup for Animals, desde 1986 foram encontradas novas metodologias científicas, aumentaram as diferenças legislativas entre os países e subiu o tom de crítica dos cidadãos europeus em relação aos testes em animais; - Por me preocupar com o facto de medicamentos considerados seguros após experimentação animal se vieram a revelar perigosos ou mesmo letais, quando usados em pacientes humanos, como aconteceu já diversas vezes (por exemplo o medicamento Vioxx, usado para combater o reumatismo em 2004 causou 27 785 ataques cardíacos, dos quais 6 946 fatais); - Por considerar a experimentação animal uma prática inaceitável em termos éticos, - Por estar ciente que o trabalho em investigação biomédica é altamente especializado e consequentemente não terá impacto significativo na taxa de empregabilidade dentro do município; - Por me indignar o facto de mais de 38 000 animais terem sido usados para fins científicos em Portugal no ano de 2007 (DGV, 2008); - Por considerar a experimentação animal uma prática questionável em termos éticos, - Por considerar que as entidades governamentais portuguesas não devem compactuar com a construção desnecessária e imoral de um biotério com fins comerciais em território nacional; Venho por este meio, solicitar-lhe que reconsidere a sua decisão de ceder os terrenos da Câmara Municipal da Azambuja para este fim,

Com os melhores cumprimentos,
Nome completo
Localidade
Data"


Acção Animal
geral@accaoanimal.com
www.accaoanimal.com

Pelo direito à vida Animal

In Defence of Animal Rights

Tauromaquia perde 'mais uma praça'

"Segundo uma notícia da Lusa, a Câmara Municipal de Viana do Castelo anunciou ontem que vai adquirir a preço simbólico a Praça de Touros existente no município para transformá-la num Centro de Ciência Viva.

Nos últimos anos esta praça tem servido para realizar uma tourada por ano. A autarquia decide agora adquirir este espaço usado para realizar espectáculos cruéis e convertê-lo num "pólo de atracção na cidade, especialmente para os jovens estudantes de todas as escolas portuguesas".

http://ww1.rtp.pt/noticias/?article=374589&visual=26&tema=1


Entretanto os aficionados, aflitos por presenciarem a redução dos espaços privados onde ocorrem actividades tauromáquicas, apelam a que "alguém na festa com posses que a compre, mas não deixe morrer mais uma praça!!!!"

http://www.toureio.com/noticias/4658.htm"


Acção Animal
geral@accaoanimal.com
www.accaoanimal.com
Pelo direito à vida Animal
In Defence of Animal Rights

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Ensaio sobre a Cegueira

"Dias Loureiro, na entrevista a Judite de Sousa (...), disse coisas pouco habituais num homem experiente, ex-ministro, gestor de sucesso. Sobretudo, repetiu "não sei", "não sabia", "acreditei", "era o que me diziam", "não achava nada". Esclareceu ainda que no BPN "não havia reuniões" (supõe-se que da Administração do banco) e que Oliveira e Costa "falava (despachava?) individualmente" com cada colaborador. O mais que a sua atenção conseguiu foi "ouvir vozes", um "bruáaa", detectar "ali um certo mal-estar", o que até o levou em Abril de 2001 a referir isso mesmo a um elemento do Banco de Portugal.
(...) Foi pura sorte, então, que a actual crise no BPN não lhe tenha apanhado um cêntimo do milhão de contos que lá chegou a ter."

João Marcelino in DN

"Havia auditorias, havia a supervisão do Banco de Portugal, havia pessoas em quem confiava quase cegamente"

Dias Loureiro comentando o seu alegado desconhecimento das irregularidades do BPN
in Publico

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Esclarecimento!

"Em nome da verdade, informa-se todos os interessados do seguinte:


Neste dia, 18 de Novembro de 2008, pelas 17h35, no canil da Maia apenas está um cão que, por sinal, será entregue à associação PRAVI. Os restantes cães que estavam no canil já foram entregues a esta associação. Nos últimos tempos, foram entregues a associações e particulares, para adopção, mais de duas dezenas de cães.


Todo e qualquer interessado pode dirigir-se ao canil provisório da Maia para fotografar os animais e, dessa forma, ajudar na divulgação de cães para adopção. Além disso, conforme já foi explicado, o Gabinete de Imprensa da CMMaia está disponível para ajudar na divulgação – basta enviar um mail com os dados e fotografias dos animais.

O novo canil da Maia está praticamente pronto e para breve a sua abertura. Além disso, o Sr. Presidente da Câmara Municipal da Maia já iniciou o processo tendente ao lançamento de uma campanha para a esterilização de cadelas abandonadas. Lamento que sejam passadas informações incorrectas – claro que o actual espaço não é o melhor, por isso o forte investimento da autarquia num novo e moderno canil. Os responsáveis e colaboradores da Câmara Municipal da Maia, como qualquer ser humano digno dessa qualificação, não querem nem desejam matar qualquer cão ou gato. Nos últimos meses, temos feito um enorme esforço para conseguir arranjar casas para todos os cães que chegam ao nosso canil e outros que são abandonados em diferentes locais do concelho. Não nos responsabilizem pela falta de civismo e educação de todos aqueles que abandonam os seus animais de estimação. Esses sim, os verdadeiros responsáveis deste flagelo e desta vergonha nacional. A nós compete-nos, sobretudo, procurar resolver e minimizar um problema de saúde pública.


Assim sendo, serve o presente para informar e esclarecer que não vai ser abatido qualquer cão na próxima quinta-feira.


Sem mais, com os melhores cumprimentos,


Fernando Moreira de Sá

Gabinete de Imprensa

Câmara Municipal da Maia

imprensa@cm-maia.pt

fmsa.imprensa@cm-maia.pt"

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Comunicado da Direcção da UZ - Grave Situação Financeira

"Como abertamente discutido na última Assembleia-Geral a União Zoófila atravessa um momento muito difícil e complexo de grande carência económica e financeira.

Os recursos financeiros existentes presentemente são insuficientes para garantir os cuidados diários que os 700 animais que estão acolhidos na Associação exigem, designadamente alimentação, tratamentos veterinários, manutenção e limpeza.

Acresce a este dificílimo problema, que culminando um processo que se iniciou em 1989, ou seja, há quase vinte anos, a União Zoófila viu recentemente a sua conta bancária penhorada, por não ter disponibilidade financeira para efectuar o pagamento do montante em dívida de uma única vez e o credor se ter mostrado indisponível para aceitar o pagamento faseado, como foi tentado fazer anteriormente.

A actual Direcção, alheia aos actos que deram origem a este processo, não questiona a decisão da justiça de se efectuar o pagamento ao lesado. Só que, infelizmente, não dispõe da verba necessária para o fazer. A União Zoófila desenvolverá as acções que lhe forem possíveis para poder assumir as suas responsabilidades, mas como associação de defesa animal, dispondo apenas de alguns donativos e das quotas pagas por uma pequena parte dos associados, não dispõe de verba para o fazer de forma imediata, nem tão pouco, neste momento, dispõe de verba suficiente para garantir a sobrevivência dos animais que acolhe.

Caros sócios e amigos dos animais, hoje mais do que nunca a União Zoófila precisa de ajuda para conseguir sobreviver ao grave momento que atravessa.

Desde 1951 que esta associação nos une na defesa dos animais abandonados. Ao longo dos mais de 50 anos de história, muitas vezes esta associação teve que ultrapassar momentos difíceis, e isso sempre foi possível graças à união, colaboração e solidariedade demonstrada por sócios, voluntários e outros amigos dos animais.

Hoje mesmo, há 700 animais albergados que dependem do apoio que sócios e amigos dos animais lhes possam facultar, porque esse apoio é indispensável para que a sobrevivência digna e com qualidade destes animais se mantenha, e para que a associação possa continuar a desenvolver os objectivos para que há meio século foi criada - cuidar dos animais que abriga e dos muitos milhares de vidas que queremos continuar a salvar.

Os animais contam com a sua ajuda.

Lisboa, 10 de Novembro de 2008

Luísa Barroso
Presidente da Direcção"


Noite de Fados a favor dos Animais!

"Vai decorrer no próximo dia 29 de Novembro de 2008, na Colónia de Férias da Praia Azul (Santa Cruz, Torres Vedras), pelas 20 horas, a II Grande Noite de Fados, espectáculo para angariação de fundos para construção de canil/gatil da APA (Associação de Protecção aos Animais Abandonados de Torres Vedras), para os animais abandonados.
O preço do bilhete, incluindo jantar e espectáculo, será de 16 euros por pessoa, sendo que as crianças até 10 anos não pagam.

Reserve já o seu bilhete pelos telefones: 261938268, 966479697 e 916105981.

Ajude-nos a ajudar estes animais que tanto precisam!

Obrigada!

Elisabete Silva"

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Concurso " Sensibilizar para a causa animal"

A ASAAST encontra-se com grandes dificuldades em encontrar ração para os seus animais. São mais de 200 cães para alimentar e a tarefa não está fácil. Estamos em crise, há ração que não é barata e sem a ajuda de todos nada ou muito pouco se consegue! Como tal a wecare4animals decidiu ajudar e promover mais um pequeno e singelo concurso que se chama " sensibilizar para a causa animal"

Em que consiste?

O concurso consiste no seguinte:

Cada concorrente pode concorrer ou com um texto de sensibilização para com a causa animal que pode ser:

- poema
- texto
- prosa
- reflexão
- quadra
- história ( ficção)
- etc

ou com uma fotografia do seu animal de estimação. =)

O autor texto que mais sensibilizar ou a foto mais original vai receber:


se for uma vencedora: um colar + bloquinho ASAAST ( Ver fotografias em anexo)


se for um vencedor: um livro ( " Olhos nos Olhos") e um cartão da TMN ( moche) ( Ver fotografias em anexo)



Condições de participação:

- Oferecer um donativo de 1 euro ( feito por transferência bancária para o NIB ASAAST:003507320004269490027 ) para a Associação dos Animais Amigos de Santo Tirso, juntamente com envio de respectiva confirmação de envio para o e-mail da wecare4animals ( sem confirmação a inscrição é INVÁLIDA) Se possível escrever no descritivo: donativo concurso2

- As fotografias ou os textos devem ser todos enviados para: wecare4animals@hotmail.com juntamente com a confirmação e comprovativo de transferência bancária. É mais fácil tendo a confirmação de todos à medida que enviam as fotos.

- Todo o dinheiro angariado das participações reverte para comprar ração para a associação que se encontra com muita, muita falta de ração!!!


Júri:

- Rita Sousa da ASAAST
- Cátia Monteiro: colaboradora mensal
- Sónia Sá: colaboradora mensal
- Renata Silva: wecare4animals

Data do fim: Até dia 2 de Dezembro

Se não puder ajudar, divulgue esta iniciativa!! Publique no seu blog, fórum, reencaminhe este mail. AJUDE A AJUDAR!
Qualquer ajuda faz muita falta e ajuda a fazer a diferença!

AJUDE...POR ELES...PORQUE ELES MERECEM!"



http://wecare4animals.blogspot.com
wecare4animals@hotmail.com

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Caramelo - Caso semelhante ao do Jeremias...


"O Caramelo foi encontrado na berma de uma estrada, tipo variante. Foi socorrido no princípio de Outubro por uma amiga dos animais e levado para o veterinário.

Estava em muito mau estado, extremamente magro, com muitas feridas e não caminhava.

Foi diagnosticada fractura da última vértebra lombar que lhe afectou a medula óssea provocando insensibilidade das patas traseiras.


Tem sido feito todas as tentativas para o Caramelo se manter em pé e tentar caminhar, de modo a fortalecer os músculos imobilizados, mas não se tem visto resultados.


O Caramelo movimenta-se com grande velocidade, apenas com as patas da frente e arrastando as patinhas de trás.

Pela informação do veterinário e pelo que eu tenho visto (e vou vê-lo todos os dias) o Caramelo tem pouquíssimas ou nenhumas hipóteses de recuperação.


Para além disso tem quase sempre a pilinha de fora e quando se excita ou assusta faz umas pingas de xixi. Mas quanto a este problema, pensamos que está a melhorar.

A minha ideia era arranjar uma cadeirinha de rodas para o Caramelo.


O Caramelo precisa de uma cadeirinha de rodas e de um dono!!!!!!!
Quem pode ajudar o Caramelo?

Este menino está numa jaula no veterinário e não gosta nada de estar sozinho."

Todo o desenvolvimento aqui.

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

José Saramago


"Somos cada vez mais os defeitos que temos e menos as qualidades"

Extraído do último livro de José Saramago,
A Viagem do elefante - "uma metáfora da vida humana"

"Invocou Deus e agradeceu, com a fé de uma crente que se verga perante uma graça sobrenatural, "a luz que deu a quem [os juízes] teve de ver a verdade""

Fátima Felgueiras e a decisão do tribunal ao caso "saco azul"
in publico.pt

Change.gov

(...)"Acontece que o presidente eleito nem mesmo teve tempo de ler os relatórios do Serviço Secreto sobre a Área 51, e sua equipe já inaugurou o site Change.gov, uma espécie de gabinete virtual.

Assim como no projeto “My Starbucks Idea da Starbucks, a proposta é permitir que as pessoas possam contribuir com idéias para o mandato de Obama e opinar sobre diversas questões políticas e sociais.



Além disso, o site pede para que as pessoas compartilhem suas histórias e sentimentos durante a campanha eleitoral. O Change.gov traz também um blog, que promete detalhar cada passo do novo presidente, e pretende ensinar a população os conceitos de uma administração pública.

Para quem se perguntava se Obama continuaria seu trabalho e sua relação próxima com as pessoas na internet mesmo depois de eleito, está aí a primeira resposta. E demorou menos de 48 horas depois do resultado das eleições."

Brainstorm #9