quinta-feira, 27 de setembro de 2007

Campanha “Touradas. Não vás, não vejas, não mates”

"• 30 de Setembro • 17h • Alameda Dom Afonso Henriques • Lisboa •
Em nome do entretenimento e da tradição, todos os anos realizam-se em Portugal centenas de corridas de touros onde milhares de touros são torturados e por fim mortos.
Por detrás dos trajes e das rotinas, esconde-se a arte do ódio e da morte, do desrespeito e da insensibilidade. O carácter de tradição ou de arte não justificam, no séc. XXI, a tortura e morte de um ser que tem a capacidade de sentir e sofrer, tal como os humanos.
O entretenimento de um povo é essencial mas não deve e não pode estar associado à tortura de um indivíduo que nele não deseja participar.O sofrimento não pode fazer parte das nossas tradições. Por isso, a Associação Acção Animal iniciou este ano uma campanha de sensibilização pelo boicote às corridas de touros em Portugal. Esta campanha está a ser concretizada em duas frentes com objectivos distintos.
A primeira, uma forte campanha publicitária que recorreu à ironia para expôr a incompatibilidade da continuação da existência de touradas num país que se quer mostrar civilizado e desenvolvido. No filme realizado é provocada a comparação entre uma tourada e a tortura de uma pessoa que é apedrejada por uma multidão em fúria.
Afirmamos desta forma que não é coerente ser contra uma forma brutal de sofrimento e morte mas não acabar com a outra. Esta campanha tem tido uma óptima aceitação na internet, com o vídeo da campanha a ser visto mais de 30.000 vezes, contrastando com as várias recusas de exibição dos vários formatos tanto na imprensa como nas televisões.
O vídeo pode ser visto em: http://www.youtube.com/watch?v=EzQ_NBV5Z4g
Outros formatos publicitários (incluindo o panfleto da campanha) podem ser vistos em: http://picasaweb.google.com/accaoanimal/AcOAnimalAntiTouradas
Complementando esta campanha publicitária e em colaboração com a Wresling Portugal e a Associação GAIA, será realizado um evento pelo boicote às touradas no próximo dia 30 de Setembro pelas 17h na Alameda D. Afonso Henriques (Metro Alameda).
Neste evento vários activistas irão aplaudir, vaiar e emocionar-se de uma forma original com o combate de luta livre o que certamente irá atrair a presença de muitos curiosos e seguidores fieís deste tipo de entretenimento.
Queremos com isto cumprir dois objectivos de extrema relevância, 1) o de chamar a atenção às pessoas, principalmente aquelas que vão às touradas ou que conhecem alguém que vai, que as touradas são eventos que, em nome do entretenimento, promovem o sofrimento, a tortura e a morte dos touros; e 2) o de pedir a quem rodeia estes aficionados que mostrem iniciativa para ir com estes a outros eventos desportivos ou lúdicos, mas que não provoquem a morte e sofrimento de animais. Desta forma, a luta livre é mostrada aqui como uma alternativa à tourada, tal como outros tipos entretenimento.
Porque todos unidos temos mais força, convidamos todas as pessoas, grupos e associações que se identificam com a oposição às touradas a estarem presentes neste evento.
Se possível, pedimos que tragam roupa preta ou escura e que tragam uma flor à vossa escolha.
Perceberão porque durante o evento.Para além da simples presença é necessária a coloboração noutras acções e manifestações. Os interessados em participar futuramente devem enviar os seus dados para geral@accaoanimal.com.
Saudações amigas,
Mécia Bento
Direcção Acção Animal
Pelo direito à vida Animal"