segunda-feira, 16 de outubro de 2006

"Centro de acolhimento para cães abandonados"

Dar uma segunda oportunidade aos cães abandonados na via pública é o objectivo declarado do Centro de Acolhimento de Animais Abandonados, inaugurado ontem (Dia Mundial dos Animais), em Custóias, Matosinhos. Aproveitando um terreno municipal, cedido à associação MIDAS (Movimento Internacional de Defesa dos Animais), ali serão recolhidos 150 cães até que encontrem um novo dono.

O centro fica, propositadamente, junto ao Canil Municipal de Matosinhos (perto do Monte de S. Brás), destino anual de cerca de 750 animais que são capturados na rua pelos serviços camarários. E que, após uma permanência de cinco dias no canil, têm de ser abatidos.
"Estes animais merecem uma segunda oportunidade na vida. Muitas pessoas acham-lhes piada quando são pequenos, mas abandonam-nos quando crescem. Mas quem não respeita os animais também não consegue respeitar as pessoas. Este centro, que corporiza uma parceria de três anos com o MIDAS, é um espaço de estadia para animais em fase de adopção e visa incrementar a quantidade de cães que encontram novos donos", referiu o presidente da Câmara de Matosinhos, Guilherme Pinto.
O terreno cedido pela autarquia ao MIDAS tem cerca de 2400 metros quadrados e 70% da sua área é constituída por mata de pinhal e carvalhos.
Espaços amplos
No centro foram construídos seis compartimentos com grandes áreas, dentro dos quais existem espaços cobertos, áreas impermeabilizadas e áreas naturais. Cinco compartimentos têm 108 m2, um 203 m2 e o centro dispõe, ainda, de um espaço para acolhimento de crias, armazém de rações e sala de tratamentos veterinários, instalada em contentores monobloco.
Dulce Mota, da Direcção do MIDAS, sublinhou que "ainda há muito trabalho a fazer"."
As pessoas refugiam-se no aconchego do lar e esquecem-se do que há no exterior. E há muitos a precisar da nossa ajuda, das crianças, aos idosos, passando pelos animais", afirmou.
Entretanto, está a decorrer uma campanha de recolha de rações, que poderão ser entregues nas escolas, no centro de acolhimento ou na autarquia. No fim-de-semana, decorrerá no Passeio Atlântico a Festa do Animal.
Reis Pinto - In Jornal Notícias