quarta-feira, 4 de outubro de 2006

A Cobardia e Crueldade feitas pessoa...

"AOS MORADORES DA QUINTA DA ALAGOA - CARCAVELOSA
Cuba era uma cadela feliz. Bem tratada. Tratada com respeito. Na Terça-feira, 26 de Setembro, teve a infelicidade de comer na rua, enquanto fazia o seu passeio do fim do dia, alguma coisa envenenada. E morreu após uma noite de terrível agonia e muita tristeza de quem a acompanhou até ao fim.
Eu, a dona, estou triste e desiludida e revoltada.Triste porque perdi uma amiga, digna da palavra fidelidade.

Triste porque a minha filha fica triste de não a ver. Triste porque a alegria das brincadeiras da minha filha com a Cuba já não acontecem mais. Triste porque partilhei com ela o seu sofrimento final. depois de ter regressado a casa feliz e eufórica como de costume. Foi fulminante, doloroso e muito triste.Desiludida com um país que não educa, onde não há civismo (são poucas as pessoas que vejo com o saco para apanhar os dejectos).
Desiludida com as pessoas e o seu egoísmo. Colocar veneno na rua é um perigo para a saúde pública e é punido por lei. Colocar veneno na rua é um crime premeditado de pessoas más, mal formadas, egoístas. É um crime porque quem o faz vai comprar o produto, com má intenção, e aplica-o cobardemente às escondidas de todos, sabendo que está a cometer um crime. Além de criminoso, é pouco inteligente, é burro, estúpido porque não consegue pensar para além da maldade em que egoisticamente vive e perceber que matar assim os animais é desumano. Matar assim os animais é um perigo para todos, incluindo para o próprio criminoso.
A saúde pública inclui os gatos abandonados mas também inclui os animais de estimação que merecem respeito, os adultos que respiram e passeiam numa terra minada com veneno, as crianças que brincam na rua, no chão e com tudo o que lhes apetece. As crianças podem apanhar do chão e ingerir qualquer coisa envenenada, respirar os odores tóxicos de um animal em decomposição que tenha morrido envenenado.
Revoltada porque a EMAC diz ter queixas recentes de vários animais terem já morrido envenenados. Revoltada porque ninguém quer assumir responsabilidades e ninguém quer fazer nada para pôr cobro a um problema que é de todos. Revoltada porque nenhuma autoridade quer receber a queixa entendendo que não é do seu pelouro e remetendo para "os outros", sejam eles quem forem, porque "talvez" seja com eles o tratamento deste assunto. Revoltada porque na Quinta da Alagoa, em Carcavelos, toda a gente sabe quem é o criminoso, porque já assistiram ou porque no trato com ele assim o deduziram, mas ninguém faz nada porque pensa, julga que nada pode fazer senão, talvez, justiça pelas próprias mãos e tornando-se assim tão criminoso quanto o que devia justamente ser julgado. Mas é possível e deve ser feita alguma coisa.
O que eu quero?
Alertar todos os donos de animais para que se acautelem ainda mais. E caso suspeitem que o vosso animal tenha ingerido alguma coisa má, dêem-lhe imediatamente muita água com muito sal para lhe provocar o vómito e contactem logo o veterinário.Pedir a todos os moradores que, tal como eu já fiz, avisem, alertem, participem activamente na melhoria das condições do espaço onde vivem e, testemunhado um crime, não sejam cúmplices e actuem. No caso de testemunharem tal crime, ou suspeitarem de um acto que lhes pareça criminoso, avisem imediatamente as autoridades competentes para que venham ao local recolher as provas para análise a juntar ao processo.
Avisem as autoridades, tentem reunir o maior número possível de provas e a vossa palavra vale como prova. Falar é um dom, é um direito que nos assiste e tem valor perante a lei.
Pedir às autoridades que assumam a responsabilidade pela punição deste crime que aconteceu, acontece e continuará a acontecer até que as entidades competentes façam o que lhes compete, investiguem, processem e levem à justiça quem comete crimes. Que não fique só pelos jornais como notícia sensação do momento mas que tenha seguimento e uma conclusão justa.
Pedir a todos que contem as suas histórias e o que sabem, e que tenham a humanidade de não permitir que tal horror aconteça à sua porta. Comuniquem e não tenham medo de se fazerem ouvir e de testemunharem contra aquilo com que nenhum ser humano, digno desse nome, pode concordar.
Todos, não só os moradores da Quinta da Alagoa em Carcavelos, mas todos os que infelizmente vivem situação semelhante, devem agir. Eu ajudo.
Porque um animal que vive connosco não nos faz apenas companhia, ensina-nos muito. Ensina-nos, principalmente, a sermos humanos!
Qualquer informação relevante sobre este assunto queiram por favor comunicar de imediato para:
Polícia de Carcavelos 214 570 228
Polícia Municipal 214 815 611 ou 214 815 635
Gabinete do Munícipe da CM de Cascais: gab.municipe@cm-cascais.pt e 800203186
Helena Gonçalves
Telefone: 91 930 37 21 E-mail: correiohg@hotmail.com

-" catw (Carla Mar) 2006/10/03"

2 comentários:

Marco Aurélio disse...

Carla

Em primeiro ludar meus pêsames. Tenho trê cães. Se alguem fizer algo contra eles sou capaz de fazer uma loucura!!
Bernard Shaw disse

“Quando um homem quer matar um tigre, diz que é esporte. Quando um tigre quer matá-lo, diz que é ferocidade.”

Ele traduziu para mim como os homens são animais irracionais.

Um dia isso vai mudar!

Depois leia alumas Frases Famosas sobre os direitos dos animais em

http://www.apasfa.org/futuro/frases.shtml

Um abraço

Marco Aurélio

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,